Escreva seu Comentário:

Warning: include(../i_menu_impressao.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in D:\Domains\omelhordaweb.com.br\wwwroot\poesias\comentario_poesia.php on line 406

Warning: include(../i_menu_impressao.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in D:\Domains\omelhordaweb.com.br\wwwroot\poesias\comentario_poesia.php on line 406

Warning: include() [function.include]: Failed opening '../i_menu_impressao.php' for inclusion (include_path='c:\php5.2fastcgi\dev;c:\php5.2fastcgi\ext;c:\php5.2fastcgi\extras;c:\php5.2fastcgi\extras\pdf-related;c:\php5.2fastcgi;.') in D:\Domains\omelhordaweb.com.br\wwwroot\poesias\comentario_poesia.php on line 406
Poema

Autor(a): MARIA PETRONILHO



Cláustros de silêncios


há claustros nas minha horas
em que vagueio silêncios
aqueles onde me escuto
e em nitidez me vejo
e em maior clareza penso
meus escuros olhos remoço
vivo no tempo absoluto
onde me acho e me amo.
o meu tímido sorriso
dulcifica-me o rosto
todas as tristezas esqueço
ao vaguear, no meu claustro

CLAUSTROS DE SILENCIOS


há claustros en las horas mías
en que vagando silencios
aquellos donde me escucho
y en nitidez me veo
y con mayor claridad pienso
mis oscuros ojos remozo
vivo en el donde
me considero y me amo
vivo en el tiempo absoluto
o mi tímida sonrisa
me dulcifica el rostro
todas las tristezas padezco
al vagar, en el claustro mío.


Publicado no site: O Melhor da Web em 12/05/2009
Código do Texto: 24757
É necessário efetuar o login para fazer comentários.
Comentários Recebidos
LUCIENE LIMA PRADO
Foto Internauta: nº 1588 - Luciene - LUCIENE LIMA PRADO

Vai para a página de Recados! Texto mais recente, cadastrado no site! CLIQUE PARA LER! METAMORFOSE Vai para a página de Contatos!
Mensagem referente ao texto: Cláustros de silêncios
Luciene Lima Prado
Belíssimo poema. Lirismo encantador em cada verso. Um abraço.
------ RESPOSTA -------
                24/05/2009 10:58:30 - Muito obrigada, amiga! Há tanto ruído... precisamos de algum silêncio para nos escutarmos a nós mesmos e aos outros. Beijinhos, Maria

12/05/2009